No dia 29 de Abril de 2019, teve início a sexta edição do Segredos da Audiência Ao Vivo, no Teatro Bradesco em São Paulo. O texto abaixo foi inspirado na minha palestra de abertura do evento.

Neste post falaremos sobre as mudanças que a Internet está causando em todas as áreas da nossa sociedade: como decidimos comprar algo, como os famosos se relacionam com sua audiência, como ela dá poder e influencia eleições no Brasil e no mundo.

Falaremos também sobre a Teoria do Holofote e a importância de usá-la a seu favor.

Samuel Pereira na Abertura do SDA 2019 Ao Vivo
Samuel Pereira na Abertura do SDA 2019 Ao Vivo

Toda vez que muda a tecnologia muda, muda também a forma como as coisas funcionam.

E as pessoas mais ricas são escolhidas neste momento.

Como assim?

Na revolução industrial, as pessoas que chegaram naquele momento e se posicionaram foram as pessoas mais ricas daquele momento.

Depois a gente passou por um momento em que empresas de tecnologia começaram a sobressair e crescer, então se elegeu as pessoas mais ricas naquela época.

Depois veio o movimento de startups e momento em que as redes sociais começaram a ser determinantes para as empresas.

E os caras começaram a eleger as pessoas mais ricas do mundo.

Estamos vivendo um novo momento, que vem muito forte e é esse momento que eu quero mostrar para vocês.

Não sei se você já pegou onda, mas para conseguir surfá-la, você precisa do timing certo.

Uma vez eu perguntei para o Roberto Shinyashiki por que ele achava que tinha tanto sucesso…

Ele falou “porque eu sei surfar a onda”.

É impressionante o quanto o jogo mudou nos últimos anos…

Estamos agora vivendo um novo momento.

Até já falei sobre isso no meu livro, “Atenção: O Maior Ativo do Mundo”, tem uma frase do Jack ma, dono do Alibaba, que é:

“Se o Walmart quiser 10 mil novos clientes é necessário construir um novo armazém. Eu só preciso de dois servidores.”

Samuel Pereira no Palco do Teatro Bradesco SP para a abertura do SDA 2019
Samuel Pereira no Palco do Teatro Bradesco SP para a abertura do SDA 2019

Ele tem uma receita na empresa dele R$39,9 bilhões.

Mais uma grande diferença da nova era:

Temos as pessoas que influenciam.

Hoje, pessoas compram de pessoas.

Pessoas se identificam com pessoas.

E por que isso acontece?

Vivemos no momento das redes sociais.

Não sabemos até quando todas as redes sociais vão durar, apesar de termos expectativas.

Mas uma coisa é as pessoas que influenciam e se influenciam na internet estão mudando o jogo.

Temos agora a primeira influencer bilionária, a Kylie Jenner, irmã da Kim Kardashian.

A primeira influencer a bater US$1 bilhão, de acordo com a Forbes.

Antigamente, nos aeroportos, você tinha outdoors e placas grandes.

Hoje está todo mundo no celular.

Xuxa Vs. Anitta (como a Internet está mudando até a relação dos famosos com a audiência)

Xuxa vs. Anitta: como a relação de pessoas famosas com a audiência tem mudado
Xuxa vs. Anitta: como a relação de pessoas famosas com a audiência tem mudado

Eu vou contar isso aqui que quem me trouxe, no encontro do Black e Diamond, foi a Priscila de Sá.

Ela nos mostrou e eu achei genial essa assimilação.

Vamos, com todo respeito, analisar as diferenças da Xuxa para a Anitta.

A Xuxa era fruto do seu tempo, ela dependia da empresária para decidir quando ela tinha filho, com quem ela namorava

Não estou desmerecendo a Xuxa. Era um tempo diferente.

Ela jogava o jogo da TV.

E estou falando de todos os outros famosos de antes.

Os famosos antigamente ostentavam poder. Postavam fotos no iate ou em suas casas e férias chiques.

Ostentavam poder da maneira que podiam.

Quando acontecia alguma coisa errada, surgia algum caso, era preciso abafá-lo.

E assim o faziam.

Saía uma notícia ou algum caso, a resposta antes era abafar.

Hoje, a Anitta é a própria empresária.

Ela toma as decisões que ela quer.

Ela mudou a regra do jogo.

Antes se falava que brasileiro não consumia música em espanhol.

Ela foi lá, fez colabs com pessoas já famosas na Espanha e Estados Unidos com música latina e, hoje os brasileiros escutam as músicas dela em espanhol.

Ela não só mais joga o jogo, ela muda a regra do jogo.

Antes se lançava um álbum.

Hoje se lançam singles.

Antes as Paquitas eram todas loiras, iguais ao perfil da Xuxa

Hoje, Anitta leva a gordinha, vai pra favela, mostra celulite…

E tem muito poder em empoderar o “fraco”!

Tem muito poder mostrar o que antes precisava ser abafado.

Está claro para você que o jogo mudou?

Acontece um caso, ela aprende publicamente.

Ela tem que lidar publicamente com aquilo, ela responde.

“A culpa é minha! Estou aprendendo!”

Às vezes, mostrar essa fragilidade hoje é sua maior força.

Porque todo mundo é igual. A gente não tem mais um pedestal. Ela é gente como a gente.

E queremos cada vez mais isso.

Às vezes, você entra em um perfil de uma marca famosa de bolsas que tem um milhão de seguidores e que quando posta uma foto tem 10 mil curtidas.

Uma influencer que você acompanha e sabe da história dela e que tem um milhão de seguidores, quando coloca uma foto, tem pelo menos 100 mil curtidas.

É isso. É um novo movimento que estamos vivendo.

E precisamos saber jogar esse jogo.

Pessoas se identificam com pessoas.

UM AVISO: O que vou falar agora, não é sobre política, não é sobre partido.

Vamos falar de poder.

Você goste ou não, temos que estar cientes do que está acontecendo no Brasil…

E aconteceu também nos EUA e em outros países..

Você sabe quanto tempo o nosso atual presidente tinha de TV?

Diferença de tempo dos candidatos à presidência na TV
Diferença de tempo dos candidatos à presidência na TV

“Bolsonaro terá oito segundos de tempo de TV e Alckmin, cinco minutos.”

Henrique Meirelles tinha dois blocos diários um minuto e 151 inserções.

Geraldo Alckmin, 434 inserções.

Jair Bolsonaro teve 11 inserções.

Está claro que as coisas mudaram? E isto é no mundo todo!

Fotos da intimidade do presidente Bolsonaro: Campeãs de Interação  (Palestra de abertura do SDA 2019)
Fotos da intimidade do presidente Bolsonaro: Campeãs de Interação (Palestra de abertura do SDA 2019)

Quando você vê o cara postando essa foto, você pensa “um cara que é candidato a presidente, posta foto comendo pão com Leite Moça e mesa suja?”

E aí você logo pensa “gente como a gente!”

Tem identificação.

Quando você viu um presidente postar foto comendo pão com Leite Moça?

Ele posta uma foto no hospital… Tem poder na fragilidade.

Antigamente, não podia mostrar fraqueza.

Precisava abafar: “E se o cara morrer, quem vai tocar o país?”

Instagram de Bolsonaro: Fotos sem produção geram mais conexão (Palestra de abertura do SDA 2019)
Instagram de Bolsonaro: Fotos sem produção geram mais conexão (Palestra de abertura do SDA 2019)

Ao contrário ele posta uma foto lá no hospital, 1 milhão de curtidas. Outra foto, 1,3 milhão.

Foto deitado no sofá com o cachorrinho, 1,2 milhão.

Agora, foto produzida: presidente com militar atrás: 300 mil curtidas.

Instagram de Bolsonaro: Fotos produzidas geram menos engajamento (Palestra de Abertura do SDA 2019)
Instagram de Bolsonaro: Fotos produzidas geram menos engajamento (Palestra de Abertura do SDA 2019)

Olha a diferença: “gente como a gente”

Quando a gente ele acabou de ser eleito eu postei isso no meu Instagram e bombou.

Eu falei “antigamente, quando o presidente era eleito, ele ia para a assessoria de imprensa. Hoje, a primeira coisa que ele faz é abrir uma live nas redes sociais.”

Isso mostra que ele se importa mais com o público dele do que com as emissoras de TV.

Assim com a Anitta: antes jogava o jogo, agora muda a regra do jogo.

Tem uma frase do Bill Gates que eu gosto muito que é:

“No futuro vão existir dois tipos de empresas, as que fazem negócios pela internet e as que estão fora dos negócios”.

Eu fui palestrar em um evento para prefeitos de várias capitais em Brasília e levei essa frase:

“No futuro vão existir dois tipos de políticos: os que são eleitos pela internet e os que estão fora das eleições.”

E essa frase a gente pode usar também: “no futuro vão existir dois tipos de dentistas…” “no futuro vão existir dois tipos de fisioterapeutas” e etc, etc.

Uma coisa que funciona muito hoje: você já parou para pensar como é que você direciona o olhar da sua audiência?

Você está apontando para onde a sua audiência deve olhar?

Essa é a…

Teoria do Holofote

Como funciona a Teoria do Holofote e como direcionar a atenção da sua audiência
Como funciona a Teoria do Holofote e como direcionar a atenção da sua audiência

Todo grande player que está se destacando com a sua audiência, usa a teoria do holofote.

Se eu apontar o holofote para alguém em uma platéia, por exemplo, talvez a gente nem estava reparando essa pessoa e agora ela se destaca.

Se está tudo escuro e apontamos para um lugar só, as pessoas param para olhar.

Muitas vezes não nos programamos. Queremos falar de tudo e não falamos de nada.

Queremos chamar atenção para tudo e não chamamos atenção para nada.

Antigamente fazíamos dois lançamentos por ano.

E o resto do tempo? O que acontece?

Faz um movimento agora, a nossa audiência fica super aquecida, as pessoas estão adorando…

Depois passamos quatro meses parado… sem movimento algum?

Como você programa seu ano?

Você faz o seu movimento uma vez só?

Vou contar para vocês a estratégia do Top 1 da Amazon que fizemos.

Estávamos há alguns meses vendendo na Amazon e eu falei “podemos fazer uma promoção de livro a R$1.”

Então colocamos foco, fazendo antecipação…

O primeiro princípio é a antecipação.

Para fazer as pessoas olharem para um ponto eu as antecipo.

Se eu dou só um sustinho nela… imagine se eu só entro repentinamente no evento?

Não! Tem que ter antecipação.

Então começamos “amanhã vai ter livro Atenção na Amazon a R$1”.

A Amazon Brasil tem muitos livros.

Estávamos Top 1 na categoria publicidade e eu pensei: “quero pegar Top1 a Amazon geral, no Kindle, na loja toda!

“Vamos lá! Foco!”

E aí, antecipação. “Amanhã, R$1.” “Amanhã é o dia que abre”

Quando abriu, muitas pessoas compraram na hora. O algoritmo aquece, começa a acelerar, começa a subir e aí vai… todo o movimento…

O que aconteceu?

Ganhamos Top 1 na Amazon e eu ganhei um título que eu posso usar o resto da vida.

Nosso livro é um dos mais vendidos.

Porque eu coloquei foco uma vez, eu coloquei holofote uma vez ali.

E eu te falo: qual foi o meu holofote no dia seguinte?

Fomos Top1 na Amazon!

Para onde você quer que sua audiência olhe?

Onde você está indicando para ela olhar?

É para tudo ou é para nada?

O Rafa Brahma, o primeiro empresário da Anitta, me contou uma estratégia.

No mercado da música antes se lançava um álbum, uma vez por ano.

Antigamente, se lançavam álbuns de 10, 12 músicas, uma vez por ano.

Hoje, está havendo um movimento de lançar singles.

Como é isso?

Você lança um single agora, faz um barulho com isso.

Põe o foco nesse single para ajudar essa música a bombar.

Depois de 28 dias é o exato momento para você lançar o seu próximo single.

Por que isso?

Porque o algoritmo do Spotify ainda está aquecido e vai entregar para os seus ouvintes mensais de novo e aí você vai bombar o novo single.

E é tendência em todo mundo!

Holofote.

Antes era um movimento uma vez ao ano somente.

Funciona tão bem porque envolve o algoritmo.

Às vezes o Youtube me mostra um vídeo e não é um vídeo de algum canal que eu sou inscrito.

É vídeo do que assisto.

Pode ter canal que eu não sou inscrito, mas assisto aos vídeos.

Se hoje ou amanhã eu assisto a um vídeo de MMA, amanhã ele vai rankear vídeo de MMA para mim.

O que é algoritmo e como ele dita as regras do mundo das redes?

Veja o exemplo: se você chegar em uma adega e lá tem 5 mil rótulos.

Qual vinho você escolhe? É muito vinho!

Então chega um sommelier para você e te pergunta que tipo de vinho você gosta e grau de acidez, teor alcoólico…

Ele começa a te conhecer.

Quanto mais informação você dá pra ele, mais ele te conhece e assim vai sugerir o vinho ideal para você degustar na noite.

O algoritmo é isso.

O algoritmo é um curador, que traz para você o conteúdo que você quer consumir.

Quais fatores contribuem com a teoria do holofote?

Qual é a regra de ouro das redes sociais?

O que faz o algoritmo saber se as pessoas estão gostando de seu conteúdo ou não?

Tem dois fatores principais: interação e retenção.

Se as pessoas interagem com seu conteúdo, mostra que o seu conteúdo é legal.

Se as pessoas a assistem ao seu vídeo por mais tempo, mostra que o seu vídeo interessante.

Ele não quer saber só o vídeo é curtido, mas também o vídeo que é assistido.

É muito mais forte fazer todo mundo assitir ao vídeo até o final do que só curtir.

Até no tráfego pago a gente depende de mostrar relevância para o algoritmo.

Como utilizar mais o algoritmo a seu favor?

Seis fatores que contribuem para a Teoria do Holofote (Palestra de Abertura do SDA 2019)
Seis fatores que contribuem para a Teoria do Holofote (Palestra de Abertura do SDA 2019)

Seis fatores contribuem para isso:

1) Identificação

Você viu a foto do presidente. “Gente como a gente”. Ele usa short e camisa do Palmeiras.

Todo mundo gosta de se conectar.

Nós gostamos de nos sentirmos identificados.

Um conteúdo, um produto, tudo é solução para algum problema.

Quando você explica o problema do seu público alvo melhor do que ele mesmo consegue explicar, ele automaticamente percebe que você tem a solução para o problema dele!

2) Polêmica

Qualquer assunto que gera muita discussão chama muita atenção.

3) Emoção

O que as pessoas sentem, as faz tomar uma ação.

Quando a gente se emociona a gente entra em ação.

Você certamente já viu algum vídeo emocionante viralizando.

Por que gatinho dá tão certo né?! rs

4) Valor

O que você gera de valor para sua audiência?

O que as pessoas estão ganhando quando te seguem?

Uma das coisas mais importantes que as pessoas querem também receber é uma moeda de troca.

5) Hype

Perguntaram para a Paula, ganhadora do Big Brother Brasil 19 onde ela iria colocar o dinheiro do prêmio – R$1,5 milhão – e ela disse “na poupança”.

O que o Thiago Nigro (O Primo Rico) fez?

Postou na mesma hora um vídeo falando sobre investimentos e que ela não deveria guardar o dinheiro na poupança, aproveitando evidência de um assunto em comum.

Eu estava na barbearia e os caras lá estavam comentando “você viu? O cara falou para ela não colocar dinheiro na poupança!”

É um assunto que ele já falou um milhão de vezes.

Só que desta vez ele falou a mesma coisa com uma roupagem diferente.

Com um assunto em evidência!

Às vezes, você está sem ideia do que falar, acha que já gerou muito conteúdo do seu assunto…

Achei genial e chamou a atenção da galera.

O que de hype você pode usar no seu nicho? Quais as tendências do seu mundo?

6) Quebra de padrão

Eu lembro de um vídeo do Frank Kern – até estive com ele em seu grupo uma vez.

Ele tinha um lançamento que ele falava assim: “eu vou à casa do John Reese”, que é amigo dele, “e eu vou fazer o Sneak Attack nele”.

E ele basicamente ficava repetindo isso com uma vozinha irritante e pulava no amigo dele várias e várias vezes no vídeo.

Mas quem estava assistindo ficava preso ao vídeo.

“O que significa isso?”

Era uma coisa boba, ele dava um montinho no amigo dele e depois começava o assunto.

Quebra de padrão.

Esse mesmo cara certa vez fez um vídeo em que começava dentro de uma BMW Série 7.

Normalmente, gravamos vídeos parados. Ele já começava o dele dirigindo.

E aí ele vai falando bem do carro até que ele pára e fala:

“Esse carro aqui custa 100 mil dólares. Ele é incrível mas não é meu. Alugamos só para fazer esse vídeo.”

Aí ele mostrava o papel de alugado. E continuava:

“Mas eu quero te mostrar algo mais interessante. Esse carro custa 100 mil dólares” – e apontando para o Rolls Royce do outro lado – “esse custa 300 mil!”

“É a mesma fábrica, a mesma estrutura, mas esse custa três vezes mais!…

Esse é o carro que eu dei pra minha esposa…”

Você já começa o vídeo se perguntando porque isso acontece!

Ao invés dele explicar, o que fazemos muitas vezes quando vendemos uma coisa mais cara, ele deu o motivo com a quebra de padrão dele.

Eu adoro fazer eventos.

Acho que é uma oportunidade incrível para aprendermos mais e conhecer pessoas incríveis.

Tem uma frase do Steve Jobs – o admiro muito por tudo que ele construiu! – que é a seguinte:

“Cada sonho que a gente deixa para trás é um pedaço do nosso futuro que deixa de existir”

Eu estava no evento do Roberto Shinyashiki, depois da minha palestra chegou uma moça pra mim e falou “Samuel, eu quero te dar o seu livro autografado por mim”

E ela me entregou e falou assim “olha, eu estava desempregada, minha família estava toda assim.

Eu peguei um dia seu livro na banca e comecei a ler. Depois disso passei a empreender na internet e hoje eu tô pagando as contas da minha casa!”

Eu fiquei muito feliz e ela estava muito emocionada.

E eu lembrei que eu demorei três anos para lançar meu livro… A Rosely estava na minha cola há três anos…

Eu pensei “e se eu não tivesse lançado esse livro?”

“Olha as pessoas que eu deixo de ajudar também…”

E eu quero com todo respeito ao Steve Jobs fazer um acréscimo nessa frase que é:

“Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço no seu futuro e de uma outra pessoa que deixa de existir”

Sabe por que que o SDA existe?

Porque eu nunca desisti do meu sonho, que é você!

Você faz parte dele!

Se você quiser assistir ao vídeo desta palestra, clique aqui: COMO AS PESSOAS ESTÃO FICANDO RICAS NA INTERNET – A PRIMEIRA INFLUENCER BILIONÁRIA

COMO AS PESSOAS ESTÃO FICANDO RICAS NA INTERNET – A PRIMEIRA INFLUENCER BILIONÁRIA

Não se esqueça de deixar seu comentário, pois seu feedback é muito importante para mim.

E siga a gente nas redes sociais, onde compartilhamos conteúdos diários sobre Marketing Digital, Audiência e Empreendedorismo!

Clique aqui para fazer parte da nossa Lista VIP no WhatsApp e receber as atualizações primeiro.

Aqui para acessar nosso Canal no Youtube.

Aqui para seguir no Facebook!

E aqui para nos acompanhar no Instagram!

Forte abraço e até a próxima!